Pages

quinta-feira, outubro 14, 2010

Sintoma de Amizade II


  
Você já experimentou conhecer alguém, junto a outras tantas pessoas, e aquela, em especial, permanece ao seu lado, aquece a conversa a ponto, de ao final, até confidências trocarem?

Quantas pessoas conhecemos... Muitas convivem conosco e, por força do convívio, pensam que sabem da nossa vida; em decorrência dos laços familiares supõem que participam de nossa intimidade; em virtude do trabalho acreditam que conhecem nossa rotina. Na verdade, nada sabem efetivamente da gente.

Quando alguém chega e, de forma delicada, oferece-nos a chave da porta da frente, a porta principal que da acesso ao coração eu identifico o fenômeno :  “Sintoma de Amizade”.

Sentimos-nos tão em casa com esse alguém que fornecemos a nossa chave também e, daí por diante, deixamos de ser visita, de olhar as aparências, de representar e fazer poses... 

A presença do amigo é sentida, mesmo que as circunstancias favoreçam, com a distância física . A presença do amigo é sentida pelas vezes que somos olhados pelo coração.

Assim também ocorre na vida do nosso amigo, estamos presentes quando deixamos o registro do olhar pelo coração.

Quando olhamos com o coração irradiamos amor que se traduz em compreensão que aconchega.

Que sensação de paz é poder compreender o amigo sem exigir explicações, justificativas, sem cobrar respostas.

Ser amigo é ser a ponte que facilita a difícil travessia...

Ser amigo é  o cobertor quente em noite fria.

Ser amigo é ser  o ombro que deixa chorar, quando se faz necessário.

E na verdade, tudo começa com o “Sintoma da Amizade”!

3 comentários:

Meu primeiro BB disse...

Lindo como sempre...sou seu fã n.º 1, sempre!

Marcus Soares disse...

Lindo... sempre muito lindo. Bjs do seu fã n.º1!

Regina Chagas disse...

Saudade de você AMIGA!!

Postar um comentário

 
Copyright 2009 Caminho de Mim. Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Wpthemescreator
Blogger Showcase